• 11 2386 6762 / 2386 6742
  • parcerias@camisetafeitadepet.com.br

Problemas Logístico | Projeto

Problemas Logístico

  • Status atual do Projeto:
  • Início do Projeto:10/09/2012
  • Final do Projeto:10/09/2012
  • Organizador do Projeto:
  • Categoria do Projeto:
Ações

Problemas Logístico

Quando pensamos em criar o projeto “eu faço a diferença no mundo” originalmente nosso objetivo era fazer educação ambiental e gerar renda para as cooperativas mais próximas.  Não tínhamos o objetivo de ter um segundo negócio “que é a reciclagem de garrafas pet”. No primeiro evento que fizemos fora de SP, na cidade de Barra Bonita, deu quase tudo certo, fizemos a ação, demos R$ 10,00 de desconto na compra de uma camiseta para o consumidor que levasse 2 garrafas de dois litros, chamamos uma cooperativa para retirar essas garrafas, fotografamos a ação, e até hoje estamos esperando a cooperativa mandar um papel timbrado informando quantas garrafas haviam sido retiradas. Foi nossa primeira frustração.

Chegando a São Paulo, fizemos a maior ação: numa escola particular imensa, que recolheu muitas garrafas, e novamente informamos a cooperativa mais próxima que “nunca apareceu” para retirar as garrafas recolhidas. Tivemos que alugar uma perua Kombi para recolher as garrafas e cumprir a nossa missão acordada com a escola. Nesse dia, vimos que a dependência das cooperativas nos causaria muito mais problemas do que solução. Nós sabemos que as garrafas pet geram um volume muito grande, não tem valor comercial muito grande e por esses motivos são trocadas facilmente por alumínio e outros materiais mais rentáveis. Acreditamos que aconteceu isso conosco! Fomos trocados por outros materiais.

Decidimos comprar uma Van usada mesmo sem ter dinheiro para isso. Ela nos ajudou muito, otimizando tempo e trabalho, e o principal fazendo com que nossa palavra tivesse valor. Missão boa é missão cumprida! A nossa Vanpet é lindinha!

Nas dificuldades é que temos a oportunidade de crescer!

Nós temos um planejamento estratégico. Ele se chama: fazer as coisas.

Herb Kelleher